sábado, 25 de fevereiro de 2012

Metal Brasileiro - Banda Woslom

domingo, 12 de fevereiro de 2012

[Recomendado] 8 - Rock Nacional não morreu

Antes de tudo , quero agradecer a quem tem acompanhado o blog e as divulgações de bandas.

Como todos sabem a cada mês eu recomendo bandas não conhecidas pela grande mídia, que tem um som verdadeiro e claro mostram atitude além da musica de qualidade.
Confesso, ultimamente esta muito dificil encontrar algo realmente bom para que seja repassado, vejo que falta criatividade pra galera.

Bom vamos ao que interessa, se você esta cansado das porcarias que a mídia lhe oferece aqui é o lugar certo para ouvir uma boa música e mostrar que o rock nacional não morreu.


FOLKS


Informações

Gênero : Rock n' roll
Natural de : Rio de Janeiro - RJ
https://twitter.com/#!/folksoficial
http://www.facebook.com/folksoficial?sk=info
http://soundcloud.com/folksoficial


Membros

Kauan Calazans - Vocal
Paulinho - Guitarra e Voz
Caio - Baixo
Sergio - Guitarra
PV - Bateria




Banda FOLKS mostra muito bem que o rock nacional não morreu, por mostrar muita atitude, além disso ouvi um pouco mais de 11 bandas eles me fizeram pensar que é uma das únicas que criou sua própria identidade,destaque para a música "Até o Mundo Cair" , ouça e conheça.



Preload

Informações

Gênero : Rock / Pop
Natural de : Porto Alegre - RS
http://palcomp3.com/preload/


Membros

Daniel Dias - Vocal
Fee Nunes - Guitarrista
Dionatan - Baixista
Douglas - Bateria



Gostei da banda pela pegada tradicional do sul,além de lembrar muito Reação em Cadeia , ultimamente bandas do sul do país mostram uma qualidade no som melhor do que em outros estados.Mas o que vale é o rock.



RINOCERONTES

Informações

Gênero : Rock
Natural de : Santa Maria - RS
http://www.rinoceronterock.tnb.art.br/


Membros


Paulo Noronha - Voz e Guitarra
Alemão - Bateria
Vinicius - Baixo e Voz





Como disse anteriormente , bandas do sul tem mostrado grande potencial, Rinocerontes não é diferente , o trio tem se destacado por festivais pelo Brasil , vale a pena ouvir e conhecer melhor.


Soufly

Bom e por fim , quero mostrar a nova música da banda Soufly , liderada pelo ex Sepultura Max Cavalera e sendo complementada por Marc Rizzo - Guitarra , David Kinkade - Bateria e Tony Campos - Baixo.

Soufly tem uma turnê pelo Brasil , passando por Goiânia, São Paulo e Rio de Janeiro.




Então é isso ai

Rafampaz

abs

sexta-feira, 10 de fevereiro de 2012

Humanish - Conheça Mais

Conheça um pouco mais da banda Humanish, que em 2011 foi uma das melhores bandas que eu indiquei,e não me arrependi,uma banda que traz uma nova sonoridade para o rock nacional , misturando uma melodia pesada e algumas canções mais leves e românticas.Porém não posso definir a banda somente nessas características, além disso mostra uma ousadia que poucas bandas nacionais tem, digo que Humanish tem um som original em relação a outras bandas novas.




Humanish


Antes de tudo se apresentem e conta como se deu o processo de formação da Banda ?
Marano - Guitarra e Voz

Allan Yokohama - Guitarra Baritono e Voz

Igor Ribeiro - Teclado e Sax

A banda começou em março de 2009 com a unica pretensão de fazer boa música e através de jam sessions criar novos sons e experimentos sem se fechar para nenhum formato.



A Influência musical de vocês?

Cada integrante traz uma referência diferente e, de certa forma, todas as influências acabam se misturando; o Marano traz muito da música brasileira e africana, vinda principalmente das suas raízes familiares nordestinas, o Igor traz seu gosto pela música instrumental e eletrônica, o Allan é muito influenciado pelo grunge, mas também curte um Chico Buarque, e o que conecta a banda musicalmente é o rock.

Como vocês analisam o cenário do rock nacional atualmente?

Tem muita coisa boa acontecendo, ótimas bandas, artistas, festivais, discos, etc... Apesar de algumas dificuldades a gente vê que tem muita gente correndo atrás de melhores estruturas e condições pra fazer a coisa acontecer.
 
 
 
Existe alguma outra banda da região sul do país que agrada vocês?

Claro, bandas como Nuvens, Lemoskine, Nevilton, Ruído/mm, Pindorália, Canastra Suja, Rocartê, Bandinha Di Dá Dó, Rinocerontes, Black Cherry, Superfusa, Pata de Elefante, Giovanni Caruso e o Escambau, Narciso Nada... bem, a lista é gigante... No Sul tem muita banda foda.
  
Recentemente a banda lançou o Álbum Homônimo da Banda, produzido pelo Carlos Trilha. Como foi trabalhar com um profissional como ele, bem conceituado no rock nacional?

Foi do caralho. O legal é que o Trilha é um cara bem tranquilo, deixou a gente à vontade no estúdio e tudo isso facilitou a gravação. Ficamos muito satisfeitos com o resultado.

Dentro desse cd qual a música que mais se identifica o estilo da Banda Humanish?

Bem, é difícil definir o som da banda em apenas uma música, até porque esse cd tem várias influências e estilos, mas acreditamos que “Tanto”, “O Livre Arbítrio” e “Um brinde” definam bem essa variedade.

Qual a dificuldade que vocês tiveram para gravar o álbum?

A escolha do produtor foi uma delas, já que estávamos procurando uma sonoridade diferente, pois usamos alguns equipamentos bem específicos como a guitarra barítono e sintetizadores e além disso, procurávamos um som de bateria e guitarra que realmente nos agradassem.  

E como tem sido a repercussão do álbum que vocês lançaram? 

Lançamos o álbum em junho de 2011 e de lá pra cá fomos muito bem recebidos por público e crítica. Tivemos destaque em jornais como O Globo, revista Rolling Stone e Billboard, entre outros, além de resenhas e entrevistas para webradios e sites internacionais como Zona de Obras (Espanha), AirRadio (Estados Unidos), Grouchy Gaijin (Blog Japonês).


Como vocês veem a internet um meio para divulgar o trabalho da banda é o suficiente para a banda poder trabalhar?

A internet é uma ferramenta muito importante no trabalho de divulgação e torna-se muito mais forte se aliada ao contato direto com o público, produtores, bandas e artistas em shows e turnês.

Já pode-se dizer os membros da banda vivem 100% de música?

Não.

Já ocorreu algo inusitado em algum show de vocês?

Sim, fizemos jam sessions não-programadas nos shows em outras cidades com músicos locais e de outras bandas e que foram do caralho. São coisas inusitadas como essas que dão um tempero especial nas gigs.

Existe algo em produção para ser lançado ou algum planejamento de novo álbum para esse ano ainda?

Lançaremos uma nova tiragem do primeiro disco com 3 músicas novas e uma versão acústica para “Deserto é o coração”, última faixa do disco.




Por fim para terminar a ultima pergunta conte os planos banda para 2012?

Cair na estrada, divulgar o trabalho, queremos tocar o Brasilzão todo em 2012, além do lançamento do vídeo de “Algum dia na memória” que já está pronto e de um material extra em fase de produção.



Pois é isso ae Banda Humanish vale a pena conhecer mais sobre essa banda.

acesse
http://www.humanish.com.br/


Rafampaz
Abs.

sexta-feira, 3 de fevereiro de 2012

Reggae Nacional - Vale a Pena ouvir

Como citei anteriormente, agora em diante vamos além do rock.

Apresentando outros gêneros que realmente vale a pena ouvir, pois a musica nacional, seja ela no reggae , no hip hop ou no rap, sempre tem uma mensagem a passar para o ouvinte.

Então vamos as indicações, e mostrar o que vale a pena ouvir no reggae nacional.

Para começar recomendo 3 bandas.

Ouça e conheça abaixo



Maneva

http://www.maneva.com.br/

Informações

Gênero : Reggae/Pop
Natural : São Paulo - SP

Membros

Tales - Vocal
Diego - Percussão e Voz
Felipe - Violão e Guitarra
Fabinho - Bateria
Fernando - Baixo



Filhos de Haile


Informações

Gênero : Reggae
Natural de : Nazaré das Farinhas - Ba

Membros

Lucas Sukitah - Vocal e Guitarra
Fagner Fiole - Bateria
Danilo Ferreira - Contra Baixo 
Tone Bulú - Guitarra
Paulinho Fernando - Teclado e Percussão
Anderson - Bongo



KB - Sativa


Informações

Gênero : Reggae
Natural de : São Sebastião - SP


Membros

Léo Carijó - Vocal e Violão Base
Stefanye - Backing Vocal
Matheus - Guitarrista Solo
Heinel  - Baixo
Rubão  - Bateria





Portanto é isso!

As indicações do reggae nacional está pra todos , é só curtir e conhecer melhor as bandas.


Abraços